Histórico do Curso

Proposta do Programa

Os principais objetivos do programa são a formação de profissionais qualificados, e a contribuição para o desenvolvimento de métodos e estratégias para a conservação, manejo e utilização dos recursos florestais brasileiros, especialmente aqueles do biomas Cerrado e da Amazônia.

A Engenharia Florestal no contexto da UnB

A Fundação Universidade de Brasília foi criada pela Lei n. 3.998, de 15 de dezembro de 1961, com o objetivo de criar e manter a Universidade de Brasília, UnB, e instituída pelo Decreto nº 500, de 15 de janeiro de 1962, e iniciou suas atividades acadêmicas em 21 de abril de 1962.

O Campus Darcy Ribeiro está situado às margens do lago Paranoá, na Asa Norte do Plano Piloto (Brasília – DF), possuindo uma área de 395,2 ha. Possui também a Fazenda Água Limpa, localizada ao sul do Distrito Federal (Núcleo Rural de Vargem Bonita), cuja distância é de 28 km do campus universitário. Essa estação experimental tem uma área de 4.340 ha.

Atualmente, conta com 58 departamentos, distribuídos em 10 faculdades e 11 institutos, com 60 cursos diurnos e 17 noturnos. São 74 Programas de Pós-graduação, sendo 50 Programas de Mestrado e pouco mais 24 cursos de Doutorado. É o maior centro de ensino e de pesquisa no Centro-Oeste, contando com 267 grupos de pesquisa cadastrados nesta região pelo CNPq.

A Faculdade de Tecnologia compreende os Departamentos de Engenharia Civil e Ambiental, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal e Engenharia Mecânica. O Departamento de Engenharia Florestal possui grupo consolidado de 17 pesquisadores, um especialista e um mestre. Conta também com 8 funcionários no seu quadro técnico-administrativo. O curso de graduação que já existia vinculado ao Departamento de Engenharia Agronômica, foi reconhecido pelo Conselho Federal de Educação em 16 de outubro de 1978. Este conta atualmente com cerca de 240 alunos de graduação, sendo oferecidas 40 vagas por vestibular as quais são sempre preenchidas.

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais iniciou-se em 1997 com a criação do curso de mestrado, aprovado pelo Conselho Universitário em sua 226ª reunião em 04/11/1996 e pela CAPES. O doutorado foi aprovado em 2004.